Casos de Sucesso – Joana Fernandes

Sou o que chamam “falsa magra”… torneadinha.

Do ponto de vista alimentar, sempre fui um bom garfo. Daqueles que pais e avós entre amigos, e outros familiares, se gabam com um enorme orgulho de como ” é um descanso!” e “um regalo!”. Infelizmente este orgulho nem sempre se prende a questões verdadeiramente importantes como a qualidade, ou mesmo, a variedade dos alimentos. Com este background o resultado foi de más escolhas alimentares e excesso de peso desde a adolescência.

O clic para mim deu-se aos 33anos, quando a roupa me deixava de servir de uma semana para a outra. Numa ida às compras pego numas calças 40 e não consigo que me sirvam, nesse momento VEJO-ME. Vejo-me ao espelho e penso: O quê?! Eu estou assim?!

Claro que já tinham havido outros momentos em que me achava gorda ou não me sentia bem com o meu corpo, mas nada que um palmier coberto com doce de ovos e açúcar não curasse.

Nesse dia, nesse momento algo mudou em mim. Fiz uma avaliação de índice de massa corporal e para 1.62m com 70kg estava a um passinho de me tornar OBESA.

Foi então que me senti uma fraude. Sou enfermeira e faço consulta de obesidade infantil! Não podia ser.

Comecei a fazer caminhadas. Depois ia a pé até um jardim e fazia o circuito de manutenção. Ao mesmo tempo, comecei a reduzir a quantidade de alimentos por refeição e limitei os bolos para um por fim de semana. Já estava a perder peso e isso entusiasmou-me!

Numa ocasião, reparo que havia um estúdio de saúde perto do jardim e tentei inscrever-me mas ia encerrar para férias de verão, então, esperei. Só iniciei os treinos em Outubro de 2015, mudei hábitos alimentares, estilo de vida e de forma. Num ano perdi 15kg e mantive! Não foi sempre fácil, mas houve sempre a preocupação em atingir o objetivo e esse, não foi o de perder peso, foi o de gostar de mim.

Posted on Setembro 26, 2017 in Casos de Sucesso

Share the Story

Back to Top